Tendinite patelar

A Tendinite Patelar do Joelho, conhecida como “joelho do saltador” (Jumpers Knee) , é uma condição que, apesar de aparentemente inofensiva, pode levar à grande incapacitação à prática esportiva. Acredita-se que a patologia seja causada por esforço repetitivo sobre o tendão patelar durante o salto. Não é uma lesão específica para atletas, mas acometem aqueles que praticam esportes com desaceleração como basquete, vôlei, handebol, corrida de rua, futebol, musculação e ciclismo.

Fatores predisponentes incluem maior peso corporal, deformidades nos joelhos, diferença no comprimento do membro, encurtamento das cadeias musculares, falta de preparo físico, técnica inadequada e aumento súbito da intensidade e frequência do esporte (Over training).

 

Sintomas

Dependendo da duração dos sintomas, o joelho do saltador pode ser classificado em 1 de 4 fases, segundo Blazina:

Fase 1 – Dor apenas após a atividade, sem prejuízo funcional;

Fase 2 – Dor durante e após a atividade, embora o paciente ainda é capaz de executar satisfatoriamente em seu esporte;

Fase 3 – Dor durante e após a atividade, com a dificuldade crescente na realização de um nível satisfatório;

Fase 4 – Ruptura completa do tendão exigindo reparação cirúrgica.

Tratamento

Não existe uma formula mágica, mas o sucesso do tratamento depende do respeito aos limites de cada um, repouso, diminuição de sobrecarga no joelho acometido, modulação da atividade física, crioterapia, tratamento medicamentoso (se necessário), treinamento muscular, além de acompanhamento em conjunto do seu médico, fisioterapeuta e educador físico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *